Youtube lança filtro para maior controle dos pais no acesso de conteúdo dos filhos

Publicidade

O Youtube anunciou no mês de fevereiro o novo filtro criado para os pais administrarem o conteúdo que seus filhos acessam em sua plataforma. Além disso, o objetivo é possibilitar experiências entre o controle de acessos da plataforma Youtube Kids e o acesso livre a todos os vídeos. 

Publicidade

Atualmente, a plataforma é dívida entre categorias, a primeira é para o Youtube Kids com vídeos voltado para o público infantil, e a segunda plataforma é livre. Em outras palavras, sem limites de conteúdo dos vídeos que o telespectador pode visualizar, essa plataforma é para o público acima de 13 anos. Portanto, se você tem um pequeno internauta em casa que se enquadra no perfil infantil e procura mensurar o que ele acessa por motivos de cuidado e segurança, acompanhe este artigo e conheça a nova ferramenta do Youtube para o pais filtrarem o que seus filhos absorvem na internet. 

Como funciona esse filtro?

Acima de tudo, é importante entender que a plataforma irá funcionar em três categorias. A primeira é para crianças abaixo de 13 anos que já não assistem tanto o Youtube Kids. Portanto, o objetivo é deixar conteúdos voltados para crianças com mais de nove anos, incluindo tutorias, gameplays, vlogs e clipes musicais, essa divisão se chama ‘’Explore’’. 

Posteriormente, a segunda categoria é chamada de ‘’Explore More’’, possuindo conteúdos voltados para pré-adolescentes, iniciando os 13 anos de idade. O Youtube vai adicionar a categoria passada nessa, com a possibilidade de assistir transmissões ao vivo. 

Depois disso, a terceira e última divisão de categoria, é chamada de ‘’Most of Youtube’’ para esse nível é liberado qualquer tipo de vídeos, a menos que o vídeo receba o selo de restrição de idade que não incluem conteúdo para adolescentes. A iniciativa de restringir o acesso a todos os vídeos foi para impedir que menores de 18 anos vejam vídeos inapropriados como os de violências. 

Controle das famílias no Youtube 

Crianças e os adolescentes terão a conta de família, para que naveguem em um ambiente seguro e controlado por seus responsáveis. Além disso, os pais terão acesso a todo histórico de busca do Youtube dos filhos, e também poderão definir um tempo por dia que a criança possa navegar no Youtube. No entanto, essas ações de controles começarão a aparecer para as famílias nos próximos meses pois ainda estão em fase de testes, a data para lançamento do recurso não existe ainda, mas a estimativa é que até meio do ano essa opção esteja ativa para todos os usuários. 

Já a opção do Youtube Kids está em uso em mais de 80 países, incluindo o Brasil. Além de vídeos voltados para crianças pequenas, a interface do aplicativo é voltada para ajudar os mais novos a utilizarem a plataforma sem dificuldade.

Como será a ativação dessa ação 

Quando essa opção estiver ativa para todos os usuários, será preciso que as famílias configurem  essa ferramenta para limitar os acessos. Por isso, a equipe Boas Ideias elaboramos um passo a passo para ativar esta opção. Acompanhe a seguir a ativação para o sistema Android, IOS e Web. 

IOS 

  • Toque na sua foto que aparece no canto superior a direita; 
  • Aperte nas configurações; 
  • Selecione o botão no Modo Restrito. 

Android  

  • Com a página do Youtube aberto, clique no canto superior a direita; 
  • Aperte em configurações; 
  • Clique na opção ‘’Geral’’; 
  • Ative o botão do Modo Restrito. 

Web 

  • No computador, no canto superior a direta clique na sua foto; 
  • Busque por Modo Restrito nas opções; 
  • Clique e confirme no botão ao lado do Modo Restrito.

Em suma, vale lembrar que o Youtube teve essa iniciativa após receber duras criticas e ate multas por não ter controle suficiente de acesso para crianças. Nos Estados Unidos a plataforma foi multada por usar imagens infantis para fins de propaganda. O site em resposta a essas criticas criou agora esse filtro que logo será disponibilizado para todos.

VEJA TAMBÉM: WhatsApp libera chamadas de vídeo e voz pelo computador

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*